Tags

,

A razão do Blog:

Meu nome é Pedro Luiz Moreira Lima,64 anos, ainda com boa memória , boas histórias a contar e dar opinião pelo que anda por aí.

Longe e muito longe de ser intelectual  e disfarçando para não ser ainda um intelectuerda.- aliás voltando aos anos 60 – expressões que irão ser usadas por mim e seus significados:

Cocô Parrudo – eram os garotões sarados de hoje.

Cocô Boy – playboysinhos  tinham como características um andar maledicente mas sem ser de malandro – na realidade um andar mais  idiota possível e coloca idiota nisso!

Xixi Girl – eram as patricinhas de hoje em dia.

IntelectuErda – havia uma preocupação com o físico e CABEÇA – ou seja – intelectualidade era também um pretexto para a paquera.

O Intelectuerda era como nós mesmo nos denominávamos – longe de ser intelectuais mas agiíamos como se fossemos – o que a PAQUERA obriga a nós,homens, fazer.

Mau como um Pica a Pau – sabem aquele Pica Pau do desenho animado? nem preciso explicar,né?

Desbundado – vários sentidos – desbundou por amor(FOSSA PROFUNDA),desbundou por drogas(termo trágico sempre), é um desbundado mesmo – não existe outro sentido , um sujeito FUDIDO na vida.

Menininha do Sion – homem ou mulher cheio do Não me Toques – não se refere a sexualidade, mas mulher ou homem cheio de Não Me Toques – FRESCURA MESMO!

Sion – é um educandário tradicional é e ainda, acho,  só de meninas – colégio religioso dirigido por madres e freiras rígidos na disciplina e no ensino , daí a expressão de Menininhas do Sion – termo injusto mas uma brincadeira do CARIOCA.

Malandro Agulha dá o Cu para não perder a linha – o malandro que só se dá mal.

Braço Duro – o cara que dirige com o braço esticado no volante se achando um Emerson Fittipaldi e na realidade RUIM PACAS DE  VOLANTE,podendo ser substituído por Emerson FitiPEIDO – todos sabem quem foi o ás do volante Emerson Fittipaldi – um super ás da formula um.

Como dizia Jesus na Galiléia,malandro aqui não BOBÉIA – ou só – Malandro aqui não BOBÉIA – em certas situações e  em certos lugares, BOBEOU – DANÇOU!FICA VIVO,CARA!

MIFU – me fudi!

TIFU,SIFU – se fudeu.

NUSFU – nos fudemos.

Criação do Imortal jornal – O Pasquim, – era um dos veículos que pelo humor ajudou a derrotar a ditadura empresarial militar de 1964 – mas com um custo alto de sangue,dor,suor e lágrimas.

Com o tempo e prática ao escrever, outros serão lembrados e aqueles que heroicamente e saco de Jó – dispuseram a ler essas mui mal traçadas linhas – me ajudarem a lembrar.

Sou um cara de ESQUERDA – infelizmente longe de ser um PENSADOR,versado em FILOSOFIA,ECONOMIA,CIÊNCIAS…nunca passei das 3 primeiras páginas de qualquer obra de Marx ou de qualquer grande pensador consagrado da ESQUERDA – defino ser de ESQUERDA a capacidade de nunca perder a ESPERANÇA na HUMANIDADE – sonhar e nunca desistir – da Liberdade,Igualdade e Fraternidade.

Vejo a política como a ARTE do POSSÍVEL e somente dentro da política e da legalidade estaremos cada vez mais próximos da civilidade.

Não entrei e jamais entrarei em movimentos vazios moralizantes e o mais comum – Fora Corrupção ! um dos símbolos da pureza UDENISTA e GOLPISTA da Velha UDN (partido ultra direita e golpistas dos anos 40 até pouco depois de 1964) e que tentam ressuscitar até hoje – PERDEM NO VOTO E APELAM A GOLPES – usando sempre da hipocrisia de guardiães da moral e bons costumes.

Antes de me chamarem de PETRALHA – não sou filiado a nenhum partido político pela razão de não desejar e não querer ter uma vida política partidária – tenho simpatias pelo PT mas sendo crítico aqui e ali – não existe PUREZA na POLÍTICA e aqueles que a procuram são HIPÓCRITAS,SONSOS e em ÚLTIMO CASO, ARH!!!GOLPISTAS.

Como filho de militar – um adendo – tenho respeito e admiração pela vida militar,mesmo sendo civil, ABOMINANDO E REJEITANDO UM ESTADO MILITARISTA – sou filho do Major Brigadeiro Rui Moreira Lima,veterano do Primeiro Grupo de Caça, o Senta a Pua ,com 94 missões de guerra na Itália.

Preso,cassado,impedido de voar e torturado por recusar a QUEBRA DA LEGALIDADE e sempre no COMBATE DO INIMIGO EXTERNO , nunca contra o POVO BRASILEIRO – como definia e ainda define a Lei de Segurança Nacional – para o Estado, o POVO, é e será sempre seu principal suspeito – o chamado INIMIGO INTERNO.

Meu pai excelente contador de histórias,uma memória privilegiada que repassava a todos as suas  experiências vivenciadas – herdei um pouco de sua memória e ainda com a sorte de ter convivido com tantos veteranos do Senta a Pua – tentarei sem a mesma graça de um grande contador de CAUSOS,como meu pai, contá-las aqui.

O resto com a experiência irei ,ESPERO, aprimorando e melhorando meus textos.

Opinar?claro! mas com civilidade nas discordâncias – como dizia Georges Jacques Danton é do DEBATE  que NASCE a SABEDORIA – cortaram a cabeça dele na GUILHOTINA – não precisamos mais disso,né?

Abraços e sejam bem vindos.

Pedro Luiz

Anúncios