Putin: os EUA não vão
empalhar o urso russo

Quer dizer que tomar o Texas do México foi justo ?

No auge da crise do rublo, com a aliança da Arábia Saudita e os Estados Unidos, para derrubar os preços do petróleo, o presidente russo Vladimir Putin deu a tradicional entrevista coletiva de fim de ano a uma plateia monstro de jornalistas, em Moscou.

Aqui vai uma seleção de trechos que a “mídia ocidental” e os pigueiros nativos provavelmente vão omitir:

– A Rússia não vai se dobrar à pressão externa.

– A Rússia vai se manter firme e proteger o interesse nacional.

– O Muro de Berlim nunca veio abaixo.

– No dia seguinte, eles e a OTAN estavam na nossa fronteira.

– Roubar o Texas do México foi justo ?

– Por que não podemos ter o controle de nossa própria terra (a Crimeia) ?

– Eles acham que venceram, se consideram um Império e os outros são seus vassalos que merecem ser oprimidos.

– Aplicaram sanções ilegítimas e unilaterais contra a Rússia.

– Não podemos baixar a guarda. Se o urso perder os dentes e as garras vai virar um animal empalhado.

– As nações ocidentais querem acorrentar o urso russo para incapacitar a sua defesa nuclear.

– Esse urso não pode ser empalhado !

– Se for, no dia seguinte eles entram na taiga da Sibéria !

– O que está em jogo é a proteção da nossa soberania.

– A campanha contra a Rússia começou antes da crise do rublo: com o apoio Ocidental ao terrorismo no norte do Cáucaso; a expansão da OTAN e a criação do sistema de misseis anti-balísticos na Europa do Leste;  a maneira de a mídia ocidental cobrir os Jogos de Inverno de Sochi.

– A cooperação com a China é um dos pontos centrais da recuperação da Rússia e sua futura prosperidade.

– O projeto do gasoduto com a China levará energia ao Extremo Oriente e construirá infra-estrutura em toda a região.

– As dificuldades da Rússia, hoje, são principalmente resultado de fatores externos e refletem a insuficiente diversificação da economia russa.

– A diversificação é difícil porque o empresario prefere investir no setor de energia onde os resultados chegam mais rápido.

– A recuperação econômica vai durar dois anos.

– Com o crescimento da economia mundial, serão necessários mais recursos energéticos.

– As medidas para conter a crise do rublo são adequadas.

(O Banco Central aumentou a taxa de juros de 6,5% para 17%.)

– Não há perigo de um golpe palaciano, porque não há palácios na Rússia.

Anúncios